10 lições que Star Wars deixa para sua vida 10 lições que Star Wars deixa para sua vida

10 lições que Star Wars deixa para sua vida

Há muito tempo, quase 40 anos, nessa galáxia em que vivemos, surgiu o maior símbolo da indústria do entretenimento e uma das sagas mais populares história: Star Wars. A história se tornou um fenômeno, saindo do cinema, alcançando várias mídias e nunca deixando de ser popular. E agora, ela está mais forte do que nunca.

Houve um despertar. Você com certeza sentiu. O Episódio VII chegou ao cinema e arrastou legiões de fãs e também os curiosos, para o cinema. O novo capítulo de Star Wars é cativante, visualmente incrível, tem ótimos novos personagens, e, acima de tudo, é nostálgico.

O filme traz à nossa mente tudo aquilo que vimos anos atrás, todas as emoções, o vislumbre e, claro, aquelas lições de vida que podemos aprender sempre que assistimos aos filmes. Nesse post, vamos relembrar algumas delas. Confira!

Saiba que guerra não faz ninguém grande

Uma das falas mais marcantes dos sete filmes acontece no momento em que Luke diz a Yoda que está procurando um grande guerreiro. O sábio mestre responde: “A guerra não faz ninguém grande”.

Você provavelmente já ouviu a frase “é melhor um mal negócio, do que uma boa briga”, e Yoda nos mostra isso. Sempre que pudermos evitar conflitos e brigas, devemos fazê-lo. Sempre evite uma guerra, mas se ela for necessária, esteja sempre preparado.

Escolha bem suas amizades

A Aliança Rebelde só chega ao sucesso no final da trilogia original porque os seus personagens sabem escolher bem as amizades e eles vencem como equipe. Entre elas, precisamos destacar as duas mais marcantes: R2 e C3PO e Han Solo e Chewbacca.

Os droides vivem grandes epopeias pela galáxia e, mesmo parecendo dois seres indefesos, são os únicos que sobreviveram aos sete episódios da saga. E um completa o outro. Procure amigos que estarão ao seu lado em todas situações e que os seus talentos sejam um complemento dos talentos dele.

Outra dupla marcante é Han e Chewie que são grandes parceiros. Não importa as furadas em que Han se mete, Chewbacca está sempre lá com ele. Pilotar uma nave sozinho não é tarefa fácil. Encontrar o copiloto ideal, então, é ainda mais difícil.

Seja confiante

Han Solo não é o protagonista, mas é quem brilha mais. O seu jeito falastrão de ser e a sua confiança fazem dele alguém tão único.

Saber o seu valor é importante, afinal, você não precisa criar uma aura de falsa modéstia. Não precisa ser uma pessoa prepotente e egocêntrica também, mas apenas saber o seu potencial.

“Eu te amo”, diz Leia. “Eu sei”, retruca Han. Sua confiança pode passar uma imagem boa para as pessoas, tanto é que, quando olhamos para Han Solo, sempre temos certeza de que ele sabe o que está fazendo, mesmo quando sabemos que ele não sabe.

Tenha fé

Apesar do seu pouco tamanho, Mestre Yoda retira a nave de Luke Skywalker das profundezas de um pântano. Depois, explica ao estupefato jovem que ele não consegue porque ele não acredita.

A falta de fé pode derrubar as mais talentosas das pessoas. É por isso que Yoda fala “faça ou não faça, não existe tentar”. Entrar em qualquer desafio sem confiança, achando que vai perder é uma perda de tempo. É melhor nem entrar. Ter fé em si mesmo e no seu sucesso pode ser a chave para grandes conquistas.

Não julgue um livro pela capa

É difícil acreditar que aquele pequeno idoso verde é o maior Jedi que já tivemos notícias. “Você me julga pelo tamanho?”, Yoda questiona Luke. E, antes do mestre revelar sua identidade, o jovem Skywalker nunca cogitou que ele seria o “grande guerreiro” que tanto procurava.

Não cometa o mesmo erro de Skywalker. Nunca compre um livro pela capa ou um perfume pelo frasco. O que importa mesmo é o conteúdo que está dentro de cada um. Seja para objetos ou pessoas, lembre-se que as aparências podem enganar.

Invista no seu visual

Pode parecer o oposto da lição anterior, mas não é. Está certo que o conteúdo é o mais importante, mas, para despertar um interesse inicial e ter chance de apresentá-lo, você precisa chamar atenção de alguma forma.

Ninguém melhor para nos ensinar isso do que o vilão Kylo Ren. Antes mesmo de o filme estrear, antes mesmo de ouvirmos sua voz ou vermos seu rosto, Kylo já era o personagem preferido de quase todo mundo. Tudo graças ao seu visual incrível e seu sabre de luz único.

Não seja cabeça dura

Talvez, essa seja a lição mais forte que aprendemos em Star Wars. Sempre que alguém desobedece aos conselhos de um mentor sábio ou acha que é forte o suficiente para fazer tudo sozinho, esse personagem acaba aprendendo a lição da pior maneira.

Quando Luke desobedece a Yoda e Ben Kenobi e tenta enfrentar Vader sozinho, ele acaba perdendo a mão e vendo o seu grande amigo congelado. Obi Wan avisa Anakin para não pular e o jovem cabeça dura pula.

E como isso termina? Ele perde três membros do seu corpo e é queimado, precisando viver o resto da sua vida em uma roupa especial. Tudo bem que o visual de Vader é bem legal, mas Anakin sofre bastante ali dentro.

Não aprenda como os jovens Skywalker: dê ouvidos aos seus mentores e às pessoas mais experientes. Não seja prepotente. Maior o orgulho, a queda é dobrada, já diria Conde Dookan.

Atire primeiro

Se você está lendo esse texto e acha que Han Solo não atirou primeiro, você não é digno dessa lição de vida. Pule para o próximo tópico!

Você, sábio leitor, que permaneceu por aqui, precisa saber que, assim como Han, precisamos atirar primeiro, sempre. Tem uma ideia boa? Invista nela. Está apaixonado? Não perca tempo.

Ninguém vai esperar você atirar e, enquanto você ficar só nas ideias e nos projetos, alguém vai passar na sua frente e fazer aquilo dar certo. Portanto, pare de procrastinar, faça como Han, atire primeiro, pergunte depois.

Faça suas próprias escolhas

Luke Skywalker nos ensina uma preciosa lição: por mais importante que a opinião das outras pessoas seja, você precisa tomar as suas próprias decisões, mesmo que ela seja diferente de pessoas próximas a você, inclusive dos seus pais.

O pai dele insiste para que ele vá para o Lado Negro da Força e se torne um Sith, mas Luke quer viver o seu sonho de ser um Jedi. O jovem corre atrás do seu sonho, alcança o seu objetivo e mostra o seu valor para o seu pai. Essa precisa ser a sua mentalidade! Faça as suas escolhas e mostre o valor que elas têm.

Lute pelas pessoas que você ama

Ao final de o Império Contra-Ataca, Luke Skywalker parece estar na pior situação possível. Ele havia sido duramente derrotado por Darth Vader, descobriu que seu pai era o inimigo que ele precisava derrotar e o seu grande amigo Han Solo estava congelado e desaparecido.

Nada disso abateu o herói, no entanto. Luke deu a volta por cima, salvou o seu amigo, se tornou um Jedi e trouxe o seu pai de volta ao Lado da Luz. Ele faz de tudo por aqueles que ama, supera os seus limites, arrisca sua vida, mas não abre mão das pessoas mais importantes para ele.

Mais que uma lição de vida, Luke nos dá um exemplo. E devemos seguí-lo. Desistir nunca deve ser uma opção, ainda mais se tratando daqueles que são mais importantes para nós. Como vimos na primeira Estrela da Morte, sempre é possível encontrar uma solução, mesmo nas situações mais improváveis.

E aí? Qual outra lição de vida você aprendeu com Star Wars? Compartilhe nos comentários aquelas que mais fizeram a diferença na sua vida. Siga esses passos e a Força estará com vocês. Sempre!



Inscreva-se