17 dicas para montar um currículo impecável 17 dicas para montar um currículo impecável

17 dicas para montar um currículo impecável

Erros de ortografia, fontes extravagantes, falta de informações importantes, fotos nada profissionais… Esses são apenas alguns dos detalhes que podem definir um currículo ruim. Como um cartão de visitas, esse pedaço de papel define a imagem do candidato. Por isso, mesmo com uma sólida carreira e formação acadêmica de dar inveja, se um profissional não consegue se apresentar corretamente, dificilmente atrairá o interesse de uma empresa.

Neste post, reunimos dicas para um montar um currículo que vão te ajudar a nunca mais ficar de fora de um processo seletivo. Confira!

Seja objetivo

Se imagine no lugar do seu recrutador. É comum ao anunciar uma vaga, que uma empresa, principalmente as mais renomadas, recebam dezenas de currículos diariamente. Com tantas opções para analisar, tudo o que eles menos desejam são currículos com duas ou três páginas recheadas de experiências e cursos que não se encaixam naquela vaga específica.

Ao organizar as informações, facilite o trabalho de leitura e de interpretação do avaliador. Acrescente apenas os cursos, experiências profissionais e formações que sejam diferenciais e importantes para aquela vaga. Por exemplo, se você está se candidatando a um cargo ou a um estágio em Administração, um curso de interpretação teatral não vai te ajudar a conquistá-lo.

Escolha tamanho e formato adequados

A objetividade de um currículo acaba sendo refletida no seu tamanho. Não há uma regra oficial sobre um número correto de páginas, mas o ideal é que não passem de duas. Quanto ao formato, utilize fontes que facilitem a leitura, como Arial, Verdana e Times New Roman, com tamanho 12 para o texto, e 14 ou 16 para títulos e subtítulos e a cor automática do seu editor de texto. Deixe todas as informações bem segmentadas e dê preferência a um layout mais limpo. Caso o seu currículo seja impresso, utilize uma folha de papel A4 na cor branca.

Muitas profissões, como o design, dão preferência a candidatos mais irreverentes, que demonstrem sua capacidade criativa com um bom portfólio virtual e um currículo inovador. Caso você não esteja se candidatando a uma dessas vagas, siga um formato mais clássico para não ter erro.

Priorize as informações essenciais

Todo currículo precisa ter uma série de informações básicas sobre escolaridade, experiência profissional e cursos. O mais importante nesse quesito é não mentir. Em algum momento da contratação ou da avaliação, você poderá ser confrontado.

Portanto, não destrua a sua imagem profissional. Mesmo que você acredite que não tenha a qualificação ideal, talvez aquela empresa consiga ver algo a mais em você. E não há nada mais do que elas apreciem do que profissionais idôneos, em que possam confiar.

Todas as informações no seu currículo devem ser apresentadas na seguinte ordem:

Dados pessoais

Esse tópico reúne todos os seus dados pessoais e formas de contato com a empresa. Os essenciais são o nome, data de nascimento, endereço, cidade e estado, além de telefones de casa, celular, e-mail e redes sociais — caso você queira compartilhar com o avaliador.

Objetivo

Seu objetivo profissional deve vir da forma mais sucinta possível. Por exemplo, se você está se candidatando a um cargo de assessor, resuma a sua frase em “atuar na área de Assessoria de Comunicação”. É importante evitar citar metas pessoais, planos e sonhos profissionais. Esse tópico se refere ao cargo que você almeja e outros detalhes devem ficar para o momento da entrevista.

Formação acadêmica

Esse tópico é voltado para a sua escolaridade. Mas não é necessário apresentar todo um histórico escolar, e sim as formações mais recentes, como a sua graduação e pós na área. Não esqueça de indicar se elas já foram concluídas ou se estão em andamento.

Experiência profissional

Resuma a sua carreira da experiência profissional mais recente até a mais antiga. Comece pelo nome da empresa, seguido pelos anos de entrada e saída, e o cargo exercido. Apresente sucintamente as suas atividades e resultados relevantes alcançados nesse período. Tente não destinar mais de três linhas para cada empresa em que você atuou.

Cursos e qualificações

Liste todas as qualificações importantes e diferenciais para a vaga que você está se candidatando. Conhecimentos em informática, treinamentos na sua área de atuação e cursos de idiomas são muito apreciados por empresas. Caso você tenha habilidades em outra língua, indique o seu nível de fluência, que pode ser básico, intermediário ou avançado.

Tome cuidado ao inserir sua foto

Colocar foto ou não? Essa é uma das principais dúvidas de quem procura dicas para montar um currículo. Há alguns anos, era uma exigência das empresas colocar fotos anexadas ao conteúdo. Hoje, isso não é mais necessário.

Caso no anúncio da vaga o envio de uma fotografia seja exigido, é preciso tomar cuidado. Insira uma foto com alta resolução, em um fundo branco. Nem pense em enviar selfies ou fotos descontraídas. Essa será sua imagem profissional para a empresa, por isso, mantenha uma expressão e aparência formais. Dê preferência ao tamanho 3×4 para que a imagem não “roube” muito espaço do seu currículo.

Evite colocar sua pretensão salarial

O ideal é deixar a pretensão salarial fora do currículo. Uma exigência de salário alta pode fazer com que a empresa te descarte antes mesmo da próxima fase. Alguns locais já anunciam em suas vagas o valor que será pago mensalmente para os seus profissionais, mas caso isso não aconteça, o melhor é ter uma conversa pessoal com o recrutador no momento da entrevista.

Fique esperto com suas redes sociais

As empresas estão utilizando as redes sociais para pesquisar informações e perfis dos seus candidatos. Por isso, é preciso ter cuidado com o que você posta ou compartilha. Muitas plataformas, como o LinkedIn, são voltadas exclusivamente a uma apresentação profissional, troca de contatos e ofertas de vagas. Um detalhe diferencial do site é o setor destinado a indicações — em que colegas, professores, ex-chefes e pessoas com quem você já teve contato profissional podem deixar uma boa referência sobre o seu trabalho.

Saiba como driblar a falta de experiência

Para quem está em busca da primeira oportunidade profissional, uma das principais dicas para criar um currículo é enriquecê-lo com outras qualificações — estágios, cursos de idiomas, ações voluntárias, intercâmbios, especializações, workshops, treinamentos e outras habilidades. O ideal é usar a sua vivência na faculdade como diferencial e deixar claro que você está em busca de uma chance para mostrar todo o seu potencial.

Preste atenção aos erros de ortografia

Erros de ortografia são um dos itens que determinam a eliminação de um candidato. Palavras escritas erradas e pontuação incorreta são vistas com péssimos olhos pelas empresas. Para evitar a sua eliminação por um item tão simples, revise todo o texto uma, duas e até três vezes. Se for preciso, peça ajuda a outra pessoa com boa escrita e conhecimento linguístico. Ela também poderá te auxiliar a organizar melhor as informações e garantir que o seu currículo estará impecável.

Bem, agora que você já sabe como montar um bom currículo, terá grandes chances de ser selecionado para a entrevista de emprego, e nesta etapa os desafios serão outros.

Para te ajudar a concluir mais esta fase com êxito, e conquistar a tão almejada vaga, também daremos algumas dicas de como se preparar para a seleção presencial com o recrutador. Veja só!

Procure conhecer um pouco mais sobre a empresa

Essa conduta é muito importante na hora de disputar uma vaga. Durante a entrevista de emprego os recrutadores estarão à procura dos candidatos que mais se alinham ao perfil e à cultura da organização. Por isso, para assegurar uma boa performance durante a seleção e a consequente escolha para a vaga em disputa, procure conhecer um pouco mais sobre a empresa onde pretende trabalhar, quais são seus principais desafios e metas, forma de atuação no mercado e valores pelos quais se pauta (respeito pelo meio ambiente, valorização do esporte, etc.).

Reflita sobre sua trajetória profissional

É importante estar bem preparado para a entrevista, e uma boa forma de fazer isso é ir relembrando, de antemão, os principais desafios e vitórias da sua vida profissional, pois eles certamente serão objeto de indagação pelo entrevistador.

Com o currículo bem feito (onde constarão as informações mais relevantes e pertinentes ao cargo em disputa) fica mais fácil assegurar que as principais experiências serão narradas, mas, para otimizar ainda mais o tempo e assegurar que nada será esquecido, é bom já ir preparando a memória antecipadamente.

Seja honesto nas respostas

Recrutadores são pessoas experientes na atividade que exercem e já estão acostumados a lidar com inúmeros perfis de candidatos e reconhecer as “respostas-padrão”. Por isso, seja honesto em suas palavras e procure ser o mais autêntico possível, apresentando sua visão peculiar sobre fatos e experiências, bem como sobre seus anseios, expectativas profissionais e características pessoais.

Não se está falando sobre evidenciar os próprios defeitos ou bancar o “super sincero”, mas em o candidato ser fidedigno à realidade e humilde para relatar eventuais dificuldades, deixando claro que tem interesse em se aperfeiçoar cada vez mais.

Mantenha uma boa postura e linguagem adequada

Para transmitir uma imagem positiva ao entrevistador e assegurar que deixará uma boa impressão, é importante tomar alguns cuidados com a forma de se apresentar e se comunicar durante a entrevista de emprego.

Assim, procurar manter uma boa postura, olhar nos olhos do recrutador, evitar gesticular demasiadamente e manter a calma ajudarão no fortalecimento da empatia e cordialidade durante a seleção, favorecendo a fluidez do processo. Além disso, a linguagem utilizada também é muito importante. Evite usar gírias ou regionalismos exacerbados e procure ser o mais simples e objetivo possível.

Demonstre bom humor e otimismo

Pessoas bem humoradas, além de serem mais agradáveis, também se saem melhor nos trabalhos em equipe e contribuem para a manutenção de um bom clima organizacional, favorecendo a produtividade da empresa. Portanto, durante a seleção, procure demonstrar bom humor e otimismo frente aos questionamentos feitos ou problemas apresentados pelo recrutador.

Agir com leveza e tranquilidade contará muitos pontos a seu favor, pois demonstrará maior flexibilidade e capacidade de desenvolver o trabalho colaborativo.

Foque nos resultados

Num cenário econômico cada vez mais competitivo, as empresas buscam funcionários diferenciados, que assumam postura proativa e demonstrem engajamento e comprometimento com os objetivos e metas organizacionais. Desse modo, é indispensável que o candidato procure focar suas respostas nos resultados que pretende alcançar e em como poderá ajudar a empresa a atingir suas metas e elevar a produtividade.

Colaboradores motivados e que executam suas atividades com paixão são um importante diferencial para as organizações, e quanto mais o entrevistado demonstrar que se aproxima desse perfil, maiores serão suas chances de conquistar a vaga em disputa.

Esteja atento ao traje e à aparência

Assim como no currículo – em que a forma de organização e apresentação das informações são importantes –, na entrevista de emprego a apresentação do candidato também possui grande relevância. Trajar-se adequadamente, com roupas sóbrias e adequadas é fundamental para transmitir confiabilidade e respeitabilidade ao recrutador. Aqui vale o cuidado de não exagerar nos acessórios e vestir algo confortável, que lhe deixe à vontade e que tenha a ver com a sua personalidade e com a maior ou menor formalidade do cargo.

Também é essencial estar com a higiene pessoal impecável (barba feita, unhas e dentes limpos, etc.) e não exagerar no perfume.

Seja pontual

No seu primeiro contato com o futuro empregador, prezar pela responsabilidade e pontualidade é fundamental. Assim, é melhor se antecipar e procurar chegar ao local com alguns minutos de antecedência, para assegurar que nenhuma contingência lhe impedirá de participar do processo e para evitar correr o risco de deixar o entrevistador esperando. Se atrasar no primeiro contato com a empresa pode deixar a má impressão de que você tem dificuldade para cumprir horário ou pode vir a ser um funcionário relapso. Por isso, o ideal é sair de casa um pouco mais cedo no dia da entrevista.

Fique tranquilo

É natural um pouco de ansiedade e nervosismo ao sermos avaliados. Entretanto, é preciso se esforçar para estar o mais calmo e relaxado possível durante a entrevista, para não correr o risco de cometer gafes ou esquecer de mencionar alguma experiência relevante.

Portanto, respire fundo, pense em coisas positivas e na sensação de estar sendo contratado pela empresa. Encare o processo de seleção como algo natural e como uma etapa necessária para ser o dono da tão sonhada vaga na companhia. Assim, com tranquilidade e confiança, certamente você terá um desempenho surpreendente.

Como vimos, o êxito nos processos de seleção empresarial depende, basicamente, da combinação de dois elementos: possuir um bom currículo e demonstrar interesse, capacidade de iniciativa e engajamento com os objetivos da corporação.

Ser verdadeiro e autêntico, tanto nas informações colocadas no currículo, quanto naquelas prestadas durante a entrevista é fundamental para entrar na empresa com o pé direito. Com lealdade e competência o recrutamento será apenas o primeiro passo de uma longa caminhada de sucesso profissional.

Gostou do nosso artigo sobre como montar um currículo e se preparar para a entrevista de emprego? Então compartilhe-o nas suas redes sociais! Mais pessoas poderão se beneficiar com estas dicas!



Inscreva-se