8 livros de literatura que todo universitário precisa ler 8 livros de literatura que todo universitário precisa ler

8 livros de literatura que todo universitário precisa ler

Dentro da sua área de estudos, existem obras, pesquisas e artigos obrigatórios, não é? Mas você já parou para pensar que deve ir além dessas leituras e se dedicar também aos livros de literatura? Isso mesmo! Independentemente do que você estuda na universidade, a literatura tem muito a acrescentar na sua vida e na sua formação acadêmica.

Afinal, por meio da literatura, podemos conhecer olhares diferentes sobre períodos do passado, conflitos históricos, personagens complexos e muito mais. Vai ficar de fora dessa? Continue a leitura e conheça os livros de literatura que todo universitário precisa conferir!

1984, de George Orwell

Publicada em 1949, a obra-prima de George Orwell nos apresenta a uma visão totalitarista do, então, futuro. O ano de 1984 já ficou para trás de nossas vidas, mas as discussões levantadas pelo escritor britânico sobre os abusos e manipulações do governo sobre uma população estimulada a abandonar o pensamento crítico, o individualismo e os sentimentos soa atual e relevante até hoje.

O livro também continua sendo uma das maiores fontes de inspiração da ficção científica distópica, que conta suas histórias em ambientes de opressão e desespero. Depois de conferir 1984, não deixe de ler também A Revolução dos Bichos, outro exemplo da genialidade de Orwell.

Ensaio Sobre a Cegueira, de José Saramago

Por meio do realismo fantástico, o escritor português José Saramago cria alegorias fascinantes e complexas que nos ajudam a compreender melhor nós mesmos e o mundo ao nosso redor. Ensaio Sobre a Cegueira é sua obra mais conhecida. Publicado em 1995, o livro inicia com um homem que, em um dia normal, espera em seu carro pela luz verde do semáforo.

É aí que ele é tomado por uma cegueira branca, “cor de leite”, que rapidamente se mostra uma epidemia que toma conta do mundo inteiro. Todos os esforços para achar uma solução ou para manter a sociedade funcionando mostram-se fúteis, enquanto uma única mulher retém sua visão e presencia os horrores a que as pessoas se entregam. Com a obra, Saramago discute os limites a que o ser humano é capaz de chegar.

Crime e Castigo, de Fiódor Dostoiévski

Após planejar e cometer um assassinato, o jovem Rodion Românovitch Raskólnikov percebe-se incapaz de seguir sua vida como antes. A obra máxima do russo Fiódor Dostoiévski discute moral, existencialismo, salvação e consciência de maneira complexa e intrigante. Enquanto seguimos o protagonista, conhecemos também outros personagens e suas histórias igualmente envolventes, cada um tocado a sua maneira pelo crime cometido por Raskólnikov.

Admirável Mundo Novo, de Aldous Huxley

Se a felicidade que sentimos não é verdadeira, de que ela vale? Em Admirável Mundo Novo, o inglês Aldous Huxley nos transporta a uma versão alternativa de nosso próprio mundo em que a população vive sob o efeito da soma, droga que mantém todos em um estado constante de alegria e tranquilidade.

Qualquer coisa que possa distrair as pessoas de seu propósito (produzir enquanto trabalhadores) é inibido, incluindo qualquer forma de amor ou desejo. Sem casais ou gravidez, os bebês de Admirável Mundo Novo nascem em incubadoras e são divididos por castas. Nesse contexto, Huxley discute convenções sociais, repressão, convencionalismo e os perigos de uma sociedade altamente estruturada.

O Cortiço, de Aluísio Azevedo

O Brasil é riquíssimo em livros de literatura essenciais para universitários, e o destaque para O Cortiço se deve à maneira fascinante e irreverente com que o maranhense Aluísio Azevedo trabalha o naturalismo. Estabelecendo o cortiço que dá nome ao livro como personagem principal, o autor nos apresenta a um grupo variado de figuras complexas e envolventes, que constróem o retrato do nosso país no final do século XIX.

Laranja Mecânica, de Anthony Burgess

Mais uma ficção científica distópica para nossa lista! Ao lado de 1984 e Admirável Mundo Novo, Laranja Mecânica é o último título da chamada “trilogia distópica”, que reúne os três mais influentes romances do subgênero.

Além de sua relevância social, Laranja Mecânica tem uma força tão grande na cultura pop que mesmo quem não leu o livro ou assistiu ao filme de Stanley Kubrick reconhece a icônica imagem do protagonista, Alex DeLarge. Mas a obra vai muito além do visual bacana e, assim como Admirável Mundo Novo, questiona a validade de sentimentos e atitudes quanto são “fabricados”.

O Senhor das Moscas, de William Golding

Qual é o destino de uma sociedade sem regras? Como as pessoas se comportam quando podem agir da forma que quiserem? Ultimamente, o que se dá melhor: o lado bom ou o lado cruel do ser humano? Essas e outras questões são levantadas na icônica alegoria de William Golding.

Em O Senhor das Moscas, um grupo de garotos é transportado de avião para escapar da guerra que assola a Inglaterra. Mas o avião cai em uma ilha deserta, onde os meninos têm que dar um jeito de sobreviver sem a supervisão de adultos.

Quando o livro foi lançado, em 1954, menos de 3 mil cópias foram vendidas antes de a publicação ser encerrada. Entretanto, com o passar dos anos e após duas adaptações para os cinemas, O Senhor das Moscas se tornou uma obra reconhecida por sua relevância filosófica e social, virando leitura obrigatória em muitas escolas.

O Mundo de Sofia, de Jostein Gaarder

Fenômeno mundial, O Mundo de Sofia é uma viagem pela história e pelo fascínio da Filosofia. A obra do escritor e professor norueguês Jostein Gaarder tem início perto do aniversário de 15 anos de Sofia Amundsen, quando ela começa a receber misteriosos bilhetes e cartões postais anônimos.

As mensagens perguntam a Sofia se ela sabe quem é e quais são as origens de nosso mundo. A cada capítulo, Sofia recebe uma nova “lição” que leva a garota — e o leitor — por uma jornada trilhando toda a história da filosofia ocidental, ao mesmo tempo em que o mistério da origem e do verdadeiro destino das mensagens lidas por Sofia dão um toque envolvente de mistério a esta obra fascinante.

E então, pronto para colocar a leitura em dia e conferir esses livros de literatura que vão mudar a forma com que você enxerga o mundo? Mas, antes de mergulhar nessas histórias incríveis, siga a gente no Facebook, no Twitter, no LinkedIn, no Instagram e no YouTube e fique por dentro de mais dicas para seu desenvolvimento e aprendizado!