Como ser efetivado no estágio em 8 passos

Não é segredo para ninguém que ter um estágio no currículo conta muito na hora de conseguir uma boa vaga no mercado de trabalho. Geralmente, o estágio é uma ótima oportunidade para adquirir conhecimento e experiência no ramo de atuação pretendido, e, dependendo do desempenho do estudante, pode garantir a sua contratação como funcionário efetivo dentro da empresa.

Quer conseguir destaque no ambiente de trabalho? Não se preocupe! Para te ajudar nesse processo, listamos a seguir 8 passos para ser efetivado no estágio. Fique ligado:

Leve o seu estágio a sério

Quando você trabalha como estagiário dentro de uma empresa, suas tarefas são naturalmente mais simples e menos relevantes para a organização do que aquelas que são realizadas pelos funcionários efetivos, certo? Errado!

Um erro comum de muitos estudantes é acreditar que ser estagiário implica em ter menos responsabilidades ou pouca importância para o trabalho da organização como um todo. Acontece que, na maioria das vezes, os empregadores buscam justamente um estudante que leve o estágio a sério, obedecendo a carga horária, dedicando-se às tarefas propostas e contribuindo para os resultados da empresa como qualquer outro profissional efetivo.

Por isso, lembre-se: é muito mais fácil que seus empregadores queiram manter você na empresa se você gerar impactos positivos nos negócios da organização.

Pesquise sobre a empresa do seu interesse

O ideal é que, antes mesmo da entrevista de estágio, você já tenha pesquisado bastante sobre a empresa em que pretende trabalhar. Ao demonstrar que conhece o funcionamento da organização em questão, você transmite interesse, proatividade e credibilidade aos seus empregadores, características fundamentais para a contratação.

Seguindo o mesmo raciocínio, uma boa dica é refrescar a sua memória e fazer uma pesquisa adicional na véspera do seu primeiro dia como estagiário. Você pode querer conhecer, por exemplo, a história da empresa, sua relevância no mercado e alguns detalhes sobre a sua cultura organizacional. Com isso, você vai se sentir bem mais confiante e preparado na hora de botar a mão na massa, não acha?

Vista-se de acordo com o ambiente de trabalho

Pode parecer uma questão superficial, mas a verdade é que se vestir de acordo com o ambiente de trabalho acaba sendo uma ótima forma de marketing pessoal.

De modo geral, quando você se veste e se comporta profissionalmente, passa uma boa impressão e dá a entender que está se esforçando para fazer parte da empresa. Além disso, estudos comprovam que a forma como você se veste também afeta muito a maneira como você se percebe, ou seja, isso influencia diretamente na sua autoconfiança.

Portanto, se a empresa em que você estagia exige vestimentas mais formais – um escritório de advocacia, por exemplo –, não custa nada se dedicar um pouco mais à sua aparência antes de ir para o estágio.

Estabeleça boas relações com seus colegas de trabalho

Independentemente de você conseguir ou não a efetivação depois do estágio, uma dica importante é desenvolver boas relações com seus colegas de trabalho, sejam eles funcionários comuns ou superiores.

Isso não quer dizer que você deva comentar sobre a sua vida pessoal ou fazer amizade com todo mundo, mas aproveitar a experiência do estágio para construir um networking de qualidade. Dessa forma, você vai deixar o estágio com relações sólidas e contatos que vão influenciar e até mesmo ajudar na sua futura vida profissional.

Acompanhe seu desempenho

Antes de mais nada, você entrou no estágio para adquirir mais experiência de trabalho, correto? Por isso, procure sempre se informar sobre o seu desempenho, investigando quais são os pontos em que você precisa melhorar e o que você trouxe de positivo para a empresa.

Além de impressionar os seus chefes, pedir feedback com regularidade só tende a beneficiar o seu desempenho profissional no futuro, seja como estagiário ou funcionário efetivo dentro da empresa.

Seja proativo, mas aceite orientações

Como já mencionamos, a proatividade é uma das características fundamentais para a contratação de um estagiário ou funcionário por parte dos empregadores. Em meio a um cenário de mercado altamente competitivo, as empresas buscam por profissionais que se destaquem em suas tarefas, tenham iniciativa, demonstrem interesse e vontade de aprender, consigam pensar em novas soluções e façam até mais do que foi pedido.

Por outro lado, de nada adianta abraçar mil funções e não fazer nada direito! Entenda que, muito mais do que demonstrar eficiência, você precisa cumprir suas tarefas eficientemente, mesmo que isso implique em dedicar muito tempo às atividades mais repetitivas e chatas da empresa.

E, por mais confiante que você seja em relação ao seu trabalho, esteja sempre aberto às orientações e dicas dos seus colegas de trabalho: afinal, você está no estágio para aprender e desenvolver cada vez mais as suas capacidades profissionais.

Pergunte sem medo

Há quem acredite que o hábito de perguntar demonstra falta de conhecimento e despreparo. Mas não é nada disso! Se você está trabalhando como estagiário em uma empresa, esclarecer suas dúvidas com seus colegas e superiores é essencial para o seu aprendizado e para a garantia da qualidade das suas tarefas.

Por isso, não tenha medo de perguntar se tiver alguma questão, saia da sua zona de conforto e mostre que você está disposto a aprender cada vez mais sobre a profissão do seu interesse.

Não foque a sua experiência na efetivação

Tudo bem, nós entendemos que a expectativa comum é ser efetivado na empresa depois de passar um tempo como estagiário. Mas, mesmo que você demonstre capacidade e interesse em continuar como funcionário efetivo, isso nem sempre é possível, seja porque a organização está sem recursos para contratá-lo ou porque é preciso reduzir gastos internos, entre diversas razões.

Por este motivo, é muito mais construtivo que você foque o seu estágio no aprendizado, no ganho de experiência e no desenvolvimento das suas capacidades profissionais. Dessa forma, independentemente da efetivação, você vai embarcar nas futuras oportunidades profissionais com muito mais conhecimento e maturidade.

E aí, esse texto foi útil para você? Conhece algum amigo que se interessa pelo assunto? Então curta e compartilhe o nosso conteúdo nas redes sociais!