Corpo docente da UniBH mescla sólida formação acadêmica e expertise do mundo do trabalho

Entre eles estão técnicos esportivos e professores envolvidos em diversos projetos de pesquisa; a maioria possui título de mestre ou doutor 

 

Considerado o melhor centro universitário privado de Belo Horizonte, segundo o conceito do Ministério da Educação, de 2019, o Centro Universitário de Belo Horizonte (UniBH) mantém um corpo docente experiente e qualificado. 

Atualmente são 454 professores que lecionam em mais de 40 cursos de graduação nas áreas de Ciências Biológicas e da Saúde, Ciências Humanas, Educação, Engenharia e Tecnologia, Comunicação e Design e Ciências Sociais Aplicadas. Do total de docentes, 162 são doutores e 245 mestres. Os demais possuem especialização nas áreas em que lecionam. 

Além da titulação, os professores possuem larga experiência no mundo do trabalho, o que contribui para o enriquecimento do aprendizado e o dinamismo das aulas. Alguns dos docentes ganharam notoriedade em suas áreas, como o preparador físico de atletas de jiu jitsu e MMA, Bruno Victor, o Formiga, que leciona no curso de Educação Física. 

Ainda nesta área os alunos do UniBH contam com a expertise da professora Katya Mourthe, mestre em Ciências do Esporte e presidente da Federação Mineira de Ginástica Artística; do docente Alexandre Arantes, mestre em Administração Esportiva e técnico de basquete do Minas Tênis Clube; e do professor Eliney Melo, doutor em Ciências do Esporte e coordenador do time feminino do América Futebol Clube e coordenador da CBF Academy.

Saúde possui professores envolvidos em projetos e grupos de pesquisa

Nos cursos da área da Saúde não é diferente. O corpo docente é composto por mestres e doutores referências em Minas Gerais. Na Fisioterapia, os alunos contam com a professora Ingrid de Castro Bolina Faria, vencedora do Prêmio Padre Magela com o trabalho: “Da estruturação de um conceito à criação de uma plataforma digital interativa”. O prêmio é uma iniciativa da Ânima Educação que incentiva projetos de pesquisa e inovação no ensino superior. 

Também é docente da área Juliana Magalhães Machado Barbosa, que integra um grupo de pesquisa sobre a terceira idade que envolve Brasil, Austrália e Holanda. Juliana também participa do Projeto Gato Mia, com os cursos de Nutrição, Psicologia e Educação Física, que leva atendimento às crianças e adolescentes com câncer na Casa de Acolhida Padre Eustáquio, em uma parceria com os hospitais Santa Casa, Baleia, Clínicas e Hemominas.  

Ainda na Fisioterapia, os alunos contam o experiente professor Thiago Ribeiro Teles dos Santos que já publicou artigos em periódicos do Brasil e do exterior, e contribuiu com capítulos de diversos livros na área de fisioterapia esportiva e traumato-ortopédica. 

Em Nutrição, os estudantes têm a oportunidade de aprender com renomados profissionais como a professora Mara Cláudia Dias, que tem a rica experiência de atuar em clínicas de assistência humanizada à saúde da mulher, gestantes e puérperas. Além da Mara, o UniBH conta com a experiência da docente Débora Rodrigues, que integra o projeto de pesquisa de imunometabolismo que integra metabolismo e imunologia, coordenado pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). 

Há ainda entre tantos outros nomes, o da professora Ana Paula Marques Araújo que carrega a experiência de ser membro do Conselho Regional de Nutricionistas da 9ª Região. 

Na Medicina, uma das referências é a professora Clarisse Angelim que é pediatra e coordena o internato de Pediatria do curso. Durante o período da pandemia, coordenou os trabalhos realizados no Hospital da Baleia, com escalas reduzidas para diminuir a circulação de pessoas, mesclando atividades no CTI pediátrico, enfermaria de oncologia, e enfermaria de cirurgia/ortopedia com atividades online. 

Destaques na Comunicação e História envolve a arte em suas linhas de pesquisas

Nos cursos de Comunicação, como Jornalismo e Publicidade, um dos destaques do corpo docente é jornalista Maurício Guilherme que estuda a poesia de José Paulo Paes e a relação entre história, literatura e jornalismo em crônicas de Carlos Heitor Cony. Investiga, ainda, questões sobre a literatura brasileira, jornalismo científico e cultural.

Entre o corpo docente que leciona na área de Humanas, no curso de História do UniBH, um dos destaques é o professor Marco Antônio Silva, graduado em história e artes plásticas, com pós-doutorado na Universidade de Paris. Sua linha de pesquisa é a história da cultura, incluindo a imprensa brasileira, caricaturas e fontes visuais. Silva publicou sete livros, organizou 17 coletâneas e coordena os projetos de pesquisa “História e Poéticas” e “Historiografia e Memória”.