Intercâmbio de férias: vale a pena investir?

Está em busca de uma ótima oportunidade de crescimento profissional, mas não quer interromper seu trabalho e seus estudos por muito tempo? O intercâmbio de férias pode ser uma opção sob medida para você! Investir em uma viagem de curto prazo reserva uma série de vantagens para o estudante. Você não precisa abrir mão da sua vida e atribuições no país de origem, consegue se organizar para viver essa experiência mesmo em um curto prazo (duas semanas são suficientes!) e os gastos são mais competitivos em relação a um intercâmbio longo, por exemplo.

Apostar em um intercâmbio de férias também é uma oportunidade valiosa de conjugar estudo com diversão, aproveitando os dias livres para conhecer um lugar diferente e fazer novos amigos. De quebra, mesmo com pouco tempo, viver essa experiência ajuda a aprimorar o domínio de um idioma diferente e valorizar o currículo, preparando-se para se destacar no mercado de trabalho.

Veja por que vale a pena investir em um intercâmbio de férias:

Intercâmbio de férias não compromete trabalho e estudo

Não são poucas as pessoas que querem estudar um tempo fora do país, mas acabam adiando o desejo por não quererem parar de trabalhar e/ou de estudar para viver a experiência. A boa notícia é que, no intercâmbio de férias, isso não é necessário! É possível se planejar para fazer o curso nos meses em que você não tem aulas na faculdade ou no período em que estiver de folga no trabalho, por exemplo.

Por ter uma duração relativamente curta, essa modalidade de intercâmbio é sob medida para quem não quer mudar a rotina para estudar fora e quer aproveitar o período de férias para ter uma experiência enriquecedora, conhecer um lugar diferente e, ainda, valorizar o currículo. 

Facilidade na organização e planejamento

Um intercâmbio de longa duração, por suas características, exige pelo menos alguns meses de planejamento por parte do estudante. Como o tempo de estadia no exterior pode ser de meses, é preciso cuidar de burocracias como possível visto, local de moradia, etc. Essa longa preparação não é necessária no intercâmbio de férias.

Ao optar por passar apenas um mês fora, é possível fazer o planejamento e se organizar para o período em relativamente pouco tempo. Isso facilita a vida de quem se decidiu pela modalidade na última hora ou não quer esperar muito para realizar seu sonho. A burocracia também é bem menor, já que, muitas vezes, o estudante fica hospedado na própria universidade e não precisa se preocupar com grande quantidade de documentos.

Gastos reduzidos

Em comparação com a modalidade convencional, o intercâmbio de férias tem preços muito mais convidativos. Cursos de duas semanas, por exemplo, têm valores a partir de R$ 1,5 mil, dependendo do país escolhido e da escola.

Para se certificar de que a experiência caberá no bolso, não deixe de fazer um orçamento considerando não só os gastos com o curso, mas também passagem, alimentação e todos os outros possíveis gastos que terá no período. Para não se apertar financeiramente, pesquise o custo de vida nos países que mais gosta antes de se decidir.

Estudo e diversão

Nem só de estudos é feito um intercâmbio de férias. Um grande atrativo desta modalidade é que dá para aprimorar seus conhecimentos no idioma, mas também sobra tempo para se divertir e conhecer o país em que está estudando. Muitas vezes a própria escola organiza excursões de um dia ou mais para que os estudantes possam conhecer as principais atrações do país.

Caso você deseje explorar um pouco mais o país em que está — ou conhecer as cidades próximas — pode ser uma boa ideia optar por um intercâmbio mais curto, de duas semanas, por exemplo. Assim, você ainda tem outras duas semanas para fazer turismo e conhecer mais atrações no país.

Novos amigos, nova cultura 

Um intercâmbio de férias pode ser a oportunidade perfeita para fazer uma imersão em nova cultural. Durante as semanas em que estiver fora do Brasil, aproveite para vivenciar hábitos e estilos de vida diferentes dos seus.

Além disso, é uma chance de conhecer pessoas de vários lugar do mundo, aumentando a rede de contatos e fazendo amigos que, quem sabe, farão parte da sua vida por um bom tempo. 

Aprimoramento no idioma

Outra grande vantagem de investir em um intercâmbio nas suas férias é ter a chance de aprimorar um idioma estrangeiro. Mesmo que não seja possível ficar fluente em pouco tempo, ter aulas e praticar durante duas, três ou quatro semanas já é suficiente para melhorar o domínio da língua e aprender expressões que não conhecia antes.

Caso você tenha interesses específicos, como aprender inglês para negócios, busque cursos que ofereçam essa opção. 

Valorização do currículo

É inegável: fazer um intercâmbio de férias, além de ser uma experiência de vida enriquecedora, também pode fazer maravilhas para o currículo. Ter um curso deste tipo na bagagem sinaliza para os recrutadores que você já tem algum domínio de língua estrangeira. Além disso mostra também que você tem uma experiência internacional, o que é um diferencial significativo para determinadas vagas.

Apostar em um intercâmbio de férias é um dos maiores investimentos que um estudante pode fazer nele mesmo e em sua carreira. A experiência é enriquecedora em inúmeros sentidos: é possível aprimorar os conhecimentos em um idioma estrangeiro, fazer novas amizades e, ainda, aproveitar o tempo livre para fazer uma imersão em uma cultura diferente e explorar lugares inusitados.

São diversas as ofertas de cursos e países para fazer seu intercâmbio de férias. Para escolher bem, não deixe de considerar pontos como valor do curso, qualidade da escola, interesse na cultura e nas atrações do país, custo de vida e valor das passagens. Faça uma pesquisa ampla e não deixe de criar um planejamento para tudo dar certo na sua viagem. Pode ter certeza que essa será uma experiência única na sua vida e fará a diferença na sua carreira!

Não deixe de ler também o que considerar na escolha do curso: salário ou vocação?