O que faz um profissional formado em Naturologia

Naturólogo é habilitado a atuar com terapias alternativas que ajudam no bem-estar e qualidade de vida; área de atuação inclui até o SUS

Em tempos de pandemia, distanciamento social e um misto de medo e ansiedade perenes, o naturólogo, profissional formado no curso de Naturologia, tem muito a ajudar. Ele é habilitado a utilizar terapias alternativas para tratar problemas de saúde, relacionando os aspectos sociais e mentais para compreender o ser humano por meio de uma visão holística. 

Dessa forma, o naturólogo vai utilizar óleos essenciais, plantas e chás em técnicas como aromaterapia, cromoterapia, fitoterapia, geoterapia, hidroterapia, massoterapia, entre outras, para tratar problemas e encontrar a cura.  

“O naturólogo pode contribuir no tratamento de doenças emocionais como insônia, depressão, problemas em decorrência de preocupação excessiva e mortes na família. A sociedade está desenvolvendo várias doenças mentais por conta do confinamento, e o naturólogo olha o indivíduo como um todo, como forma efetiva de tratamento”, afirma Carla Estáquio Augusto, coordenadora do curso de Naturologia do Centro Universitário de Belo Horizonte (UniBH).

A grade curricular do UniBH inclui temas como terapias botânicas, racionalidades em saúde da tradição ayurveda, biossistemas do corpo humano, racionalidades em saúde da tradição chinesa, terapias manuais, naturologia na atenção integral à saúde, dimensões do ser humano, entre outros. A carga horária total do bacharelado é de 3.200 horas.  

“Com essa formação, o profissional consegue saber o que está alterado em uma pessoa, do ponto de vista fisiológico, e vai entender como uma planta, por exemplo, pode interferir no sistema endócrino. O curso de bacharelado dá profundidade de conhecimento aos alunos”, explica a coordenadora. 

 

Campo de atuação inclui SUS 

Um naturólogo tem campo vasto de atuação. Pode trabalhar em clínicas, consultórios particulares, spas, hotéis, hospitais, academias, empresas, na pesquisa científica, e até no Sistema Único de Saúde (SUS), com ações que propiciam bem-estar e qualidade de vida. 

“É uma profissão regulamentada, e apesar de ser pouco divulgada, é bastante antiga. Dentro do SUS, por exemplo, o naturólogo pode oferecer tratamento alternativo para dores crônicas que não melhoram com a medicina tradicional”, afirma Carla.

Aliás, este é um fator importante para que o mercado de trabalho para o naturólogo esteja em ascensão. Segundo a professora, uma vez que muitos pacientes não conseguem alcançar resultados satisfatórios com tratamentos convencionais, buscam abordagens diferenciadas. 

“O naturólogo tem a capacidade de avaliar e oferecer o melhor tratamento de forma individualizada e exclusiva. Ele percebe a essência da alteração do paciente, seja física, mental, ambiental  ou social”, acrescenta.

Durante o curso no UniBH, o estudante de Naturologia tem acesso à Clínica Integrada de Saúde e a programas sociais que oferecem atendimento à comunidade com atividades práticas que mostram a dimensão real e desafios da profissão.