Projeto do UniBH prevê clínica odontológica específica para atender pessoas com deficiência

Durante os atendimentos, os alunos podem exercitar os conhecimentos adquiridos no curso e ainda desenvolver habilidades socioemocionais importantes para a profissão

 

Um projeto de extensão garantiu que pessoas com deficiência tivessem acesso a um atendimento odontológico especializado no campus Buritis, do Centro Universitário de Belo Horizonte (UniBH). O serviço foi disponibilizado em 2020, mas também estará em vigor neste ano.

Cerca de 40 alunos do curso de graduação de Odontologia participaram da atividade chamada PNE (Pacientes com Necessidades Especiais), que tem o objetivo de contribuir com o desenvolvimento de habilidades socioemocionais entre os futuros dentistas, além das competências técnicas.

Tassiana Cançado Melo Sá, professora do curso de Odontologia do UniBH, reforça que um paciente com deficiência exige um atendimento muito mais humanizado, em virtude das características que ele apresenta.

“A começar pela anamnese (entrevista realizada pelo profissional da saúde), já que o profissional precisa saber que tipo medicamento o paciente toma, que efeitos ele causa. Muitas vezes até são pessoas que têm dificuldade com a escovação, e é necessário orientar toda a família e acompanhar o paciente de perto”, afirma.

Os pacientes são atendidos a partir da demanda odontológica que apresentaram, incluindo procedimentos restauradores, cirúrgicos e reabilitadores. O tratamento é gratuito.

Além de permitir que os estudantes experimentem a rotina da carreira que escolheram, Tassiana acredita que a oportunidade ajuda os futuros profissionais a desenvolverem a faceta humana, imprescindível para quem vai atuar na área da Saúde e lidar direto com a população. “Dá para sentir o carinho e respeito que eles têm pelos pacientes. Acredito que a ação vai ser um diferencial na formação deles tanto como profissionais quanto como seres humanos.”

Urgência em Foco

Outro projeto que impacta diretamente a comunidade implementado pelo UniBH na área de Odontologia é o Urgência em Foco, em vigor neste primeiro semestre de 2021.

A ação visa atender a população mais carente que está sentindo dores por conta de uma urgência odontológica e não tem acesso ao tratamento. Tassiana lembra que a oportunidade também colabora com a formação do estudante que vai lidar com um paciente que está em sofrimento e precisa de intervenções urgentes.

O objetivo é atender uma média de 40 pacientes por dia – meta, que na previsão da professora, vai ser alcançada em pouco tempo, já que atualmente tem sido muito comuns relatos de casos de fratura de dentes, bruxismo e outros problemas ligados à tensão e ansiedade ocasionados ou agravados pela pandemia.

“Nosso foco é atender a uma demanda reprimida por conta da pandemia. Hoje, muita gente que está em casa fica sem acesso ao tratamento odontológico necessário. Conseguimos fazer restauração, extração, abrir e tratar o início do canal para resolver a demanda de dor”, conta Tassiana. O tratamento é gratuito.

A professora lembra que, se houver necessidade, ainda haverá a possibilidade de encaminhar o paciente para a Clínica Integrada de Saúde do UniBH, que oferece atendimento multidisciplinar nas áreas de medicina, fisioterapia, nutrição, entre outras especialidades. “Queremos que o UniBH se torne uma referência na região para este paciente.”