Vale a pena estudar em universidade particular?

O mercado de trabalho está cada vez mais concorrido e, por isso, a qualificação profissional virou item obrigatório para quem deseja ter sucesso na carreira. Porém, quem ainda não tem curso superior pode ter muitas dúvidas sobre qual tipo de instituição estudar. Afinal, vale a pena entrar em uma universidade particular?

Para ajudar a responder essa dúvida, listamos os principais pontos positivos dessas instituições de ensino. Confira:

Ensino voltado para o mercado

Em linhas gerais, o ensino superior público e o privado tem uma grande diferença: enquanto o público é mais direcionado ao mundo acadêmico e à pesquisa, o particular procura preparar o aluno para atuar no mercado de trabalho. Isso torna a faculdade particular bem mais interessante para quem não tem tempo a perder, pois essa formação pode ajudar (e muito!) a encontrar uma vaga de emprego. Além disso, muitas universidades privadas também investem em pesquisa.

Ou seja, o método de ensino é voltado para todos os perfis de estudante.

Professores de universidade particular não são concursados

Nas universidades públicas estaduais e federais, a maioria dos professores conseguem o emprego por concurso. Isso significa que, passados dois anos de estágio probatório, ele será efetivado e só sairá do quadro de funcionários quando se aposentar. Teoricamente, essa estabilidade serve para que eles possam se aprofundar em pesquisas, organizar novas disciplinas e orientar alunos em projetos de iniciação científica, por exemplo.

Todavia, em alguns casos, professores sem didática conquistam a vaga e podem prejudicar muito o processo de aprendizado dos alunos. Faltas frequentes, injustiça ao distribuir notas e até a ausência de desejo de ensinar podem aparecer e os alunos não podem recorrer a ninguém para reclamar.

Na faculdade particular, mesmo com planos de carreira estáveis, os professores são constantemente monitorados para justificar o investimento do aluno.

Menor deslocamento

Apesar de a maioria das capitais brasileiras contarem com universidades públicas, a boa parte delas ainda é um luxo para um grande número de regiões do país. Quem não pode mudar de cidade por motivos familiares ou até mesmo devido ao trabalho fica com acesso restrito à essas instituições.

Por isso, as universidades particulares são uma excelente opção para quem não deseja mudar de cidade e ainda assim quer ter um diploma de ensino superior.

Facilidades para quem trabalha

Existem diversos tipos de aluno em universidades particulares:

  • os que têm a faculdade paga pelos pais e ainda não ingressaram no mercado de trabalho porque desejam focar nos estudos;

  • pessoas que buscam uma 2ª graduação para complementar o currículo;

  • e aqueles que trabalham para pagar os estudos são alguns exemplos.

Isso é possível, muitas vezes, graças ao horários adaptados para quem trabalha. Se nas universidades públicas o número de cursos com horários integrais (com aulas de manhã e à tarde) é maior, nas instituições privadas é bem mais comum que grande parte das disciplinas sejam oferecidas à noite, possibilitando conciliar estudos e trabalho.

Infraestrutura de dar inveja

Um dos maiores pontos positivos de estudar em uma faculdade particular é a infraestrutura dos prédios, que costumam ser novos ou bem zelados. Laboratórios com bons equipamentos e computadores atualizados também são frequentes. As instalações são limpas e as salas contam com todo o conforto necessário para otimizar o processo de aprendizado.

Nas instituições de ensino públicas, nem sempre isso acontece. Com o frequente corte das verbas, não é raro lermos notícias sobre goteiras, banheiros sujos, falta de papel higiênico e laboratórios fechados por falta de equipamentos indispensáveis.

Garantia de se formar no tempo certo

Universidades públicas dependem de verbas do governo. Por isso, quando não há algum repasse, falta reajuste de salários ou o governo cria alguma lei que prejudica a educação superior, os professores e funcionários entram em greve. O que isso significa na prática? Que os alunos podem passar semanas ou até mesmo meses sem aula. E, com isso, demorar mais para conseguirem o diploma.

Nas faculdades particulares, os alunos não passam por esse problema. Salvo raríssimas exceções, o calendário de aulas divulgado no início do ano será cumprido sem falhas, e só depende da dedicação do aluno para se formar no tempo mínimo de curso. Para quem precisa terminar a faculdade com rapidez para conseguir uma colocação no mercado de trabalho, esse detalhe pode fazer muita diferença.

Investimento no aluno

“Quem faz a universidade são os alunos”, diz o ditado popular. E isso não é mentira, pois de nada adianta a pessoa estudar na melhor instituição de ensino do mundo se ela não estiver interessada em buscar conhecimento. Seja em escolas públicas ou particulares, isso é perda de tempo e dinheiro.

Porém, nas universidades particulares, os alunos são o melhor marketing para o negócio. Afinal, se ele sai com uma formação excelente e se torna um profissional de sucesso — o que dá credibilidade para a instituição, que conquista mais alunos e um posicionamento melhor no mercado.

Isso explica por que essas instituições insistem tanto em melhorar os resultados dos alunos, atualizando as bibliotecas, montando grupos de estudos, oferecendo disciplinas complementares, entre outras opções que nem sempre estão disponíveis em instituições estaduais e federais.

No Brasil, existem muitas universidades públicas de qualidade, que oferecem um ensino excelente e preparam os alunos muito bem para o mercado de trabalho. Porém, agora você também sabe que optar por estudar em uma universidade particular também pode valer a pena: o importante é escolher o tipo de instituição que se encaixa melhor nas suas necessidades e continuar estudando para ter uma carreira de sucesso.

Por isso, independente se você deseja cursar uma universidade particular ou pública, confira nossas dicas para ter uma formação que dê uma força extra ao seu currículo e aumente as chances de você se dar bem na sua profissão!

Veja também quais são as opções do vestibular do UniBH e escolha a carreira que mais tem a ver com você!

Ebook Universidade