Estrelas do UniBH

Grandes nomes do mercado se juntam ao UniBH para oferecer a melhor formação ao aluno

Parceria inclui nomes como Gustavo Greco, Ozíres Silva, Thales Catta Preta, Gustavo Penna e Ronaldo Fraga.

 

Desde sua fundação, o UniBH vem buscando oferecer um projeto educacional realmente diferenciado, contemporâneo e que dialogue com as necessidades da comunidade e do mercado. Muito mais do que o conceito de aliar teoria à prática, para o Centro Universitário era preciso ir além.

“A educação vive uma mudança profunda e constante. Vimos a necessidade de ampliar o ensino do ponto de vista da experiência do aluno no âmbito da cultura, da educação, da arte. Muito mais que oferecer um ensino de qualidade e um corpo docente de excelência, buscávamos trazer pessoas, instituições e parceiros que também tem essa visão”, explica Rafael Ciccarini, reitor da universidade.

Foi assim que surgiu a ideia de criar o time de “estrelas” do UniBH, grandes reforços que vem somar experiência e inovação ao Centro Universitário. São eles: Gustavo Greco – designer; Thales Catta Preta – advogado; Gustavo Penna – arquiteto, Ozíres Silva – engenheiro e fundador da Embraer; e o estilista Ronaldo Fraga.

“Estes nomes fazem parte do projeto de renovação curricular dos cursos ofertados pela instituição e aproximam ainda mais nossos estudantes do mercado de trabalho”, comenta Ciccarini que completa: “Além de todos serem grandes referências em seus respectivos setores”.

“Aproximar o mercado da academia é fundamental. O mercado ganha, a academia ganha, todo mundo ganha”, explica Gustavo Greco.

Para o reitor, todos os cinco são pessoas que realizaram e realizam grandes feitos. “Não são só estrelas que inspiram as pessoas de uma forma lúdica, distante. Esses profissionais atuam como players, que ajudam a construir essas áreas na universidade, pensar no futuro dessas áreas dentro do UniBH”.

Todos os patronos atuam diretamente nos cursos que representam. Alguns por meio de apadrinhamento, outros pensando desde a grade curricular até na indicação de professores, chegando também a lecionar em algumas matérias.

Conheça um pouco mais sobre as estrelas dos cursos:

Gustavo Greco
Designer, sócio e diretor de criação da Greco Design, uma das mais premiadas do Brasil (Design Lions no Festival de Cannes, D&AD, Grand Prix no Red Dot Design Award, iF Communication Award, London International Awards e Prêmio e Menção na Bienal Iberoamericana de Diseño). Se dedica também a iniciativas de difusão do design na sociedade brasileira, integrando a direção nacional da Abedesign, além de ser jurado frequente de premiações no Brasil e no exterior.

“Nosso primeiro contato com o Gustavo surgiu porque ele fez toda a sinalização no nosso campus aqui no Buritis. Inicialmente, foi uma forma dele nos ajudar a pensar esse espaço, a construir melhor esse espaço. Toda a sinalização do Campus tem a assinatura dele. Depois, houve uma sinergia tão grande na forma com que pensa o futuro das profissões, como ele pensa as dificuldades que a academia tem que acabamos construindo uma parceria muito produtiva com ele“, conta Ciccarini.

Tales Catta Preta
Formado pela Faculdade de Direito da UFMG, advogado com mais de 20 anos de experiência na área cível e empresarial. Mestre em Direito Empresarial pela Faculdade de Direito da UFMG. Foi, por duas vezes, membro examinador de banca de concurso público para Juiz de Direito no Estado de Minas Gerais. Já integrou o Conselho de Administração e Comitês Societários de diversas companhias. É especialista em litígios societários e gestão jurídica de crises empresariais.

Gustavo Penna
É formado pela Escola de Arquitetura da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), onde lecionou por três décadas. Fundador do escritório GPA&A, é membro do Conselho Curador da Fundação Oscar Niemeyer e da Fundação Dom Cabral. Sócio fundador da Academia de Escolas de Arquitetura e Urbanismo de Língua Portuguesa (AEAULP). Gustavo é autor de projetos como o Expominas (Centro de Feiras e Exposições de Minas Gerais), o Monumento à Liberdade de Imprensa, o Memorial da Imigração Japonesa, na Pampulha, os Museu de Congonhas (patrimônio cultural da humanidade), Santana e Regina Mundi, o novo Estádio do Mineirão, a Escola Guignard – considerada uma das 30 obras mais relevantes da arquitetura no Brasil.

Ozíres Silva
É o Patrono Ânima das Engenharias. Engenheiro aeronáutico, Ozires é cofundador da Embraer – primeira fabricante de aviões no Brasil, terceira maior empresa do ramo no mundo. Também já foi ministro da Infraestrutura e da Comunicação, além de presidir a Petrobras e a Varig. É Coronel da Aeronáutica.

“O Ozíres é um grande exemplo porque é alguém que conseguiu empreender em 1969, uma época que isso não era algo com tantas possibilidades como hoje em dia. Uma grande inspiração para todos nós”, comenta o reitor.

Ronaldo Fraga
Estilista brasileiro que além da marca própria, desenvolve projetos de aculturação de design e geração de renda em todo o Brasil. É formado em design de moda pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e pós-graduado pela Parsons School of Design de Nova York, E Central Saint Martins de Londres. Suas criações já foram apresentadas em diferentes países como Japão, Holanda, Espanha, Uruguai, Bélgica, Chile, Argentina, México, Angola, entre outros. Já teve trabalhos nas áreas do teatro e da dança. É autor do livro Moda, Roupa e Tempo: Drummond selecionado e ilustrado por Ronaldo Fraga e Caderno de Roupas, Memórias e Croquis. Sua marca está licenciada em mais de mil diferentes produtos no Brasil.

“É muito importante que uma escola pense o lugar de inspiração, mas principalmente, de atuação desses profissionais. A moda é um vetor da contemporaneidade que conversa bem com a arquitetura, com a publicidade, com novas tecnologias e é isso que vamos viver aqui”, conta Ronaldo Fraga.

“O Ronaldo quer quebrar as barreiras e fazer aqui no UniBH o melhor curso de moda do mundo. Quer trazer, ao mesmo tempo, o cara mais cool de moda de N0ova York e a rendeira do interior de Minas para dar aula e ensinar moda como se deve aos alunos, promover esse encontro. E esse é o grande diferencial”, explica Rafael Ciccarini.

É dessa forma que o UniBH espera continuar oferecendo inovação. “Pensar as áreas de atuação no mercado, inovar propondo mudanças e abordagens. O que a gente quer é proporcionar uma grande relação de troca, uma relação dialética, onde o mercado influencia a universidade que influencia o mercado de volta e assim por diante”, complementa.

Para o Centro Universitário, contar com esse time de estrelas é muito mais que um privilégio. “Acho que é uma oportunidade de agregar valor ao ensino que oferecemos e de aprender com quem sabe muito, com quem tem essa visão mais ampla do mercado, com quem pensa o mercado em todas as suas vertentes. É um ganho enorme para nossos alunos e para a instituição”, finaliza Ciccarini.

Inscreva-se