Minicursos, painéis, Roda-Viva: estreias intensas no primeiro dia de atividades do V Congresso Acinnet

Por: Débora Samara, Guilherme Drager, Iago Ferreira, Laura Mourão e Rita Luíza – colaboradores CACAU

 

O primeiro dia de oficinas do V Congresso Internacional da Acinnet estreou o espaço Educação Inovadora, onde os professores apresentaram seus resumos expandidos que têm como objetivo colocar o aluno como protagonista do processo de educação.

Alguns dos projetos apresentados pelos docentes abordaram a implantação de novidades dentro da sala de aula, como a efetivação da robótica e também da importância do estágio para os graduandos.

 

 

 

A interdisciplinaridade também se fez presente nos minicursos, que aconteceram simultaneamente às demais atividades, e abordaram temas como: Biomimética, Desenho e Expressão e o papel do pedagogo no desenvolvimento de práticas de humanização e cuidado.

No minicurso de Desenho e Expressão, o professor Délcio Almeida mostrou os processos e técnicas de observação e desenho, além da importância do seu uso como expressão cultural.

 

No turno da tarde, começaram os Paineis. O primeiro, abordando gestão de carreira, contou com a participação do presidente da Rede Acinnet, Stefano Barra Gazzola, do analista sênior de inovação do Grupo Ânima, Flávio Augusto Rezende Calado, e da diretora de desenvolvimento humano da HR Office Consultoria, Adriana Baracho. Nessa palestra, foram abordados temas como o papel da universidade na conexão com o mercado de trabalho e as ferramentas de aproximação entre eles, além  dos desafios das novas relações de trabalho e dos conflitos entre diferentes gerações.

O segundo Painel trouxe como tema a Internacionalização e falou tanto dos desafios para se internacionalizar uma instituição de ensino superior, como também sobre os projetos envolvendo as experiências dos alunos. O bate-papo contou com nomes como Felipe Flausino, da UNIS, Rodrigo Perpétuo, secretário de RI da PBH, e Olímpio Castilho, do Instituto Politécnico do Porto.

 

 

Os bate-papos do Roda Viva fecharam as estreias do evento. No período da tarde, a discussão girou em torno da Luta Antimanicomial, com Ana Marta Lobosque. Mais tarde, o tema foi Empoderamento Feminino, com a Embaixadora Maria Auxiliadora Figueiredo e a professora do curso de Relações Internacionais do UniBH Marina Scotelaro. À noite houve o lançamento do livro “O Silêncio do Rio Comprido”, de Lélio Fabiano, cuja conversa contou com a presença de Rafael Ciccarini, reitor do UniBH.

 

A noite foi marcada pela abertura do Circuito Acadêmico, tendo as apresentações de Maurício Tizumba e do Tambores Mineiros que saíram em cortejo pelo campus. Em seguida, o bate papo sobre gestão de carreiras, direitos autorais e comunicação, com a participação de Rogério Flausino, Kiko Ferreira e Hildebrando Pontes.

 

Na oficina sobre jornalismo esportivo com Rogério Corrêa, ele falou sobre sua trajetória no jornalismo, como foi sua escolha pelo curso e abriu espaço para os alunos tirarem suas dúvidas.

 

 

Na quarta-feira (22), a manhã começa com Minicursos à partir de 8h30, com a Mesa Redonda com o tema “As Minas de Minas no comando do esporte” às 8h. E o Espaço Bem-Estar – Médicos Sem Fronteiras também com início às 8h. Pela tarde, teremos UniMundi a partir de 13h, Painéis a partir de 15h30. Durante a noite, o Negras Autoras traz uma apresentação cultural às 18h, seguido pelo Roda Viva às 18h30 e a palestra sobre moda contemporânea e inovação, com Ronaldo Fraga, Cris Guerra e Gustavo Greco, à partir de 19h30.

 

Confira o videoclipe do dia 21/05:

 

Inscreva-se